Agulhas Negras

Botão Voltar Botão Home Botão Compartilhar

Planalto (parte alta) do Parque Nacional do Itatiaia
O Parque Nacional do Itatiaia está localizado na divisa entre os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, na Serra da Mantiqueira. Fica ao sudoeste do estado do Rio de Janeiro, nos municípios de Itatiaia e Resende, e a sudoeste do estado de Minas Gerais, abrangendo os municípios de Itamonte e Bocaina de Minas. Os locais mais visitados no trecho resendense são a Via Pontão, que leva ao topo do Pico das Agulhas Negras, e as Prateleiras. Como chegar ao Planalto: Saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo, o visitante deve seguir pela Rodovia Presidente Dutra (BR 116) até o distrito de Engenheiro Passos, 12 Km depois de Itatiaia. E seguir pela BR 354, na estrada Rio-Caxambú (Circuito da Águas) por 26 Km, até o local conhecido como Garganta do Registro, a 1.669 metros de altitude. A partir daí começa a subida de 14 km até o Posto Marcão e mais 3 km até o Abrigo Rebouças.

Mais informações: Os moradores de cidades próximas ao Parque Nacional do Itatiaia (RJ) têm 90% de desconto na entrada. De acordo com a gestão do parque, o projeto “Desconto Entorno" começou em abril de 2013 e tem como objetivo estimular o turismo e o contato com as belezas naturais do local. Com o abatimento, moradores de Itatiaia, Resende (RJ), Itamonte (MG) e Bocaina de Minas (MG) pagam R$ 3,00 para ter acesso às áreas de uso público desde que apresentem comprovante de residência e documento de identidade com foto. O desconto é válido de segunda a sexta-feira, exceto feriados.

Garganta do Registro
A Garganta do Registro está situada na divisa dos municípios de Resende, RJ, e Itamonte, MG, a 1.669,28 metros de altitude. No passado, as tropas que vinham de Minas Gerais eram fiscalizadas neste local, sendo aqui registrados os seus produtos, inclusive o ouro. Aqui começa a estrada do Planalto, a parte alta do Parque Nacional do Itatiaia. Para alcançá-lo, o visitante deve percorrer esta estrada de terra, a BR 485, subindo quase 14 km até chegar ao Posto Marcão, onde é pago o ingresso que dá acesso ao Parque. Seguindo mais 3 km a partir deste ponto, chega-se ao Abrigo Rebouças, onde começam as trilhas mais visitadas do Planalto, que levam até o Pico das Agulhas Negras e ao maciço das Prateleiras. O Pico das Agulhas Negras, principal elevação do Parque, com 2.791,55 m de altitude, é o ponto mais alto do estado do Rio de Janeiro e o quinto mais alto do país segundo dados do IBGE de dezembro de 2004 (IBGE, 2011). O visitante tem a opção de caminhar apenas até a sua base ou seguir até o cume. A  escolha deve ser feita já no Posto Marcão, onde é realizado o controle da visitação. Já o maciço das Prateleiras, com 2.539 m de altitude, é formado por imponentes blocos de rocha. Do seu topo, é possível ver belas paisagens, nas quais destacam-se o Vale do Paraíba e os campos de altitude. A Pedra do Altar, com 2.665 m de altitude, e o Morro do Couto, com 2.680 m, também são atrativos abertos à visitação e possuem magníficas vistas para as outras montanhas do Planalto. Distâncias da Garganta do Registro: Itamonte - 20 km (posto de combustível); Engenheiro Passos (Resende, RJ) - 27 km; São Lourenço - 42 km; Caxambu - 56 km; centro de Resende - 58 km (Hospital - 60 km, Aeroporto - 61 km).
 
 Pico das Agulhas Negras
O pico das Agulhas Negras é o ponto culminante do estado do Rio de Janeiro, com 2.791,55 metros de altitude. É o quinto ponto mais alto do país segundo dados do IBGE de dezembro de 2004 (IBGE, 2011). Está situado no planalto do Parque Nacional do Itatiaia, bem na divisa entre os municípios de Resende e Itatiaia.  A paisagem que avistamos do seu topo é extraordinária, abrangendo parte dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. As Agulhas Negras são formadas por rochas intrusivas - se originam de uma erupção na qual o magma se consolidou no interior da crosta terrestre, esfriando lentamente.  O nome do maciço tem origem nas caneluras, ou canaletas, sulcos verticais que vistos de longe lembram agulhas paralelas umas às outras. O visitante tem a opção de caminhar apenas até a base ou seguir até o cume, sendo essas opções escolhidas já no Posto Marcão, onde existe hoje o controle dos visitantes. O acesso é feito a partir do Abrigo Rebouças, caminhando por áreas de Campos de Altitude. Até a base das Agulhas Negras são 1.700 m que podem ser percorridos em aproximadamente 45 minutos, variando de acordo com a via a ser utilizada. O topo pode ser alcançado com cerca de duas horas de caminhada pesada e diversos trechos de pequenas escaladas, que podem intimidar os iniciantes, sendo obrigatório o uso de equipamentos de segurança e aconselhável o acompanhamento de um guia que. Além dessa, o Pico possui diversas vias de escalada. O maciço possui cerca de 17 vias de escalada com diferentes graus de dificuldade.
 
Maciço das Prateleiras
Com 2.539 m de altitude, as Prateleiras são uma interessante formação rochosa muito procurada por montanhistas. Do seu topo descortina-se belíssima paisagem do vale do Rio Paraíba do Sul. Possui várias vias de escaladas de diversos graus de dificuldade. Próximo às Prateleiras existem muitos lagos e curiosas formações rochosas como a Pedra da Tartaruga, a Pedra da Maçã e a Pedra Assentada. A partir do Abrigo Rebouças, o visitante caminha 1km por uma antiga estrada repleta de erosões até o início da trilha. A caminhada do final desta estrada até a base do rochoso possui pouco mais de 1 km. Para alcançar o topo são utilizadas duas vias: a Via Sul com escalada de 1º grau e a Via Norte, que exige maior experiência do visitante.

 Pedra do Altar
Com cerca de uma hora de caminhada leve, pode-se alcançar o topo Pedra do Altar, a 2665 metros de altitude, onde os visitantes podem descansar apreciando uma das mais lindas paisagens do planalto em cima de uma grande plataforma de rocha. O local possui também algumas vias de escalada muito procuradas.
 
 Morro do Couto
O Morro do Couto é a nona montanha mais alta do Brasil, com 2680 metros de altitude. Está situado no Parque Nacional de Itatiaia, no município de Resende, estado do Rio de Janeiro. Esta elevação possui diversas vias de escalada com variados graus de dificuldade. Do seu topo avistamos uma bela paisagem com algumas das mais famosas montanhas do Planalto: o Pico das Agulhas Negras, as Prateleiras e a Pedra do Altar. A trilha para o Morro do Couto possui 3 km e começa logo após a portaria do parque, o Posto Marcão, e leva cerca de duas horas para ser percorrida.

Galeria:

  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende
  • Prefeitura de Resende